Informações aos Viajantes

Se você está se preparando para viajar e assistir ao Festival Folclórico de Parintins é bom ficar atento a algumas dicas que preparamos para você não passar por problemas em sua viagem até a ilha encantada.

Muitas pessoas acreditam que o Festival de Parintins se trata de um Carnaval no meio da floresta, pode até ser comparada a um carnaval mas é bem diferente. É uma festa muito colorida que acontece no meio do Amazonas, mas não tem nada a ver com o carnaval tradicional. O festival de Parintins é uma festa que faz alusões a cultura amazônica, representando as lendas, os mitos, as tradições, a cultura, as histórias e as raízes do povo Amazônico. 

É uma apresentação que possui um enredo dividido em três noites, ou seja, durante as noites de apresentações, os bois mostram novas alegorias, fantasias e contam a história escolhida sem repetir em nada o que já foi visto nas noites anteriores. A festa termina no domingo com o alto do boi e a reunião de todos os itens na arena festejando e dando adeus ao público.

Nessas três noites, Parintins recebe turistas e brincantes de várias partes do Brasil e do mundo que vem de conhecer essa maravilhosa festa e ainda aproveitam os encantos dessa bela ilha no meio do rio Amazonas, chamada Ilha Tupinambarana ou Parintins. No mês de Junho o número de pessoas na cidade triplica, deixando a cidade completamente lotada e bem movimentada uma semana antes e depois da festa comçear e finalizar.

Parintins acolhe bem seus visitantes com diversas opções de lazer, música, gastronomia e várias outras acontecendo em diversas partes da cidade, bares funcionando a noite toda e os balneários que cercam a ilha, que são muito convidativos no calor amazônico.

 

Viagem de Barco Regional Manaus - Parintins

Geralmente as vendas das passagens para as viagens Manaus Parintins Manaus, começam no mês de Maio e Junho, não existem agências na internet que vendam as passagens diretamente para os barcos, a melhor maneira ainda é você ir pessoalmente até o porto de Manaus escolher o barco e comprar sua passagem. Os barcos geralmente oferecem acomodações em redes, se você comprar essa opção,  será preciso trazer sua rede.

Barcos em Parintins Camarotes - Você pode optar por viajar em camarotes, custam mais caro mas você terá um conforto maior dentro desses barcos. Nos camarotes você irá se acomodar em camas e quartos com ar condicionado, os banheiros geralmente são compartilhados. Quanto a alimentação, geralmente é oferecida separadamente do valor cobrado na sua passagem, pode ser em prato servido ou sistema self-service dentro da própria embarcação.

O tempo de viagem de barco Manaus - Parintins é em média de 18 horas na descida, e 24 até 30 horas na subida dependendo da potência do motor do barco usado.

Viagem de Avião

Se você comprar as passagens antecipadamente pode pagar mais caro, sempre sugerimos aos clientes esperarem até um mês antes do festival pois existem fretamentos e o preço fica mais em conta do que comprando três ou quatro meses antes. No período do festival os fretamentos são constantes com voos saindo de hora a hora de Manaus - Parintins - Manaus. Geralmente os voos tem duração de uma hora partindo de Manaus ou vice-versa.

Hospedagem

Se você preza por conforto sugerimos fechar pacotes em hotéis bem no início do ano pois são os hotéis os primeiros a vender e fechar suas ocupações bem cedo. Mas caso você queira acomodações mais simples, existem casas que os habitantes transformam em pousadas e você pode alugar os quartos pelo período do festival. Existem também albergues que você pode ficar em redes, com diárias bem baratas e acessíveis. Alguns pacotes oferecidos pela Amazon Destinations incluem pacotes em residências com café da manhã incluso.

Acomodação em barcos, se você não se importa de dormir em redes, você pode ficar bem no seu barco, mas a responsabilidade pelas bagagens é sua e não cabe ao dono vigiar as bagagens então é bom pevar poucas coisas e poucos obejtos de valor pois quando se fica hospedado nos barcos de linha ou regulares, você sempre precisa manter um olho aberto.

Lanchas tipo Expresso Se você quiser ainda pode optar por viajar de uma maneira mais rápida pelos rios do Amazonas usando as lanchas tipo expresso, que oferecem um conforto sem igual com televisão, ar condicionado, poltronas reclináveis e serviço de alimentação, essas são as melhores opções pra quem quer viajar de barco mas não tem tanto tempo disponível.

O que Trazer - Parintins assim como Manaus tem o clima quente e úmido, no período do festival, mês de Junho, faz muito calor e as vezes chove muito forte, mas não são longas, são chuvas típicas da região que caem nesse período, duram um tempo e depois passam.

Aconselhamos a você usar roupas leves, sandálias, shorts, blusas de cor clara, chapéus ou bonés, protetor solar e tomar muita água devido a alta umidade do lugar. Também recomendamos trazer roupa de banho pois na cidade existem balneários bacanas que você pode usufruir, muitos bares espalhados pela cidade, vários restaurantes e cuidado, comida de rua é muitofácil de achar, olha o estamago! Não estrague sua estada na ilha.

 

A rivalidade entre os bois Garantido e Caprichoso

Em Parintins a rivalidade é muito grande principalmente no período do festival quando a cidade fica bem dividida, de um lado a galera do boi Garantido que sempre veste branco e vermelho e do outro a galera do Caprichoso que sempre veste azul e branco. Caso você escolha um boi para torcer jamais adentre ao bumbódromo com as cores do boi contrário, pois você corre o risco de ser vaiado e até expulso das arquibancadas. É muito importante verificar o lado que você vai ficar para se vestir adequadamente para não ofender as torcidas, caso você não escolha nenhum boi sempre use roupas de cores neutras que não façam alusão a nenhum dos bois.

Em Parintins sempre se usa o termo CONTRÁRIO, para nominar o boi adversário, pois jamais os torcedores ou como são chamados em Parintins (galeras)  jamais pronunciam os nomes dos contrários. 

O acesso ao bumbódromo, que é o local onde acontece o evento é bem fácil pois sua localização é bem centralizada e é possível vê-lo do porto de Parintins. Para as pessoas que compram seus ingressos, os lugares ficam a disposição por uma entrada alternativa quase sem filas,. Mas pra quem deseja sentir o calor e a vibração da festa, sem dúvida o melhor lugar são as arquibancadas, pois é nelas que você sentirá o batuque do tambor, o sincronismo das galeras, o calor do público e ainda dizer que realmente participou do festival.

O acesso para as arquibancadas geralmente começa bem cedo por volta das 10:00 da manhã as filas sem formam e os portões começam a serem abertos as 15:00. No momento que as galeras adentram e se posicionam é realizado um ensaio técnico com o público pois eles fazem parte do festival e contam pontos para a apresentação dos bois,  cuidado ao entrar numa dessas arquibancadas e observar para as cores das roupas a serem usadas para evitar problemas com as torcidas. As apresentações duram em média 2:30 para cada boi por cada noite e geralmente o festival começa as 21:00 horário local, então é sempre bom estar preparado fisicamente para aguentar o pique das apresentações nas três noites do evento.

Para você que vai à Parintins e deseja procurar outras opções de lazer aqui vão algumas dicas: Pegar um triciclo, uma biciclita adaptada para passeios com turistas e visitantes muito parecidos com tuc-tucs e são bem usados na cidade devido a sua geografia plana, geralmente os preços são cobrados por distâncias.

Triciclos são usados para passear e visitar a feira de artesanato de Parintins que está  localizado bem no centro da cidade histórica onde existe um aglomerado de barracas para quem quer comprar as lembranças do festival como camisas, adornos, artesanatos, peças indígenas e muitas outras coisas.

Se você quiser provar um pouco da gastrônomia, atravesse a rua e vá ao mercado de PARINTINS, onde você vai encontrar diversas tendas vendendo comida regional como o bodó assado (peixe da região muito apreciado na culinária amazônica), os bolinhos de crueira, um tipo de massa seca que vem da mandioca e serve para fazer mingaus e bolinhos, o famoso x-caboquinho, um sanduíche com queijo qualho, tucumã, fruta típica da região e pão francês e ainda muitas outras delicias que só você indo pessoalemente para conferir.

Balneário Canta Galo Um local que não pode faltar na sua visita a Parintins e é sem dúvida o melhor balneário da ilha, fica bem distante da cidade então você terá que pegar um taxi ou mototaxi, o que é muito comum na ilha. O serviço de transporte não inclui ônibus, as pessoas se movimentam com bicicletas, motos e triciclos pela cidade de Parintins, para chegar neste balneário você leva em média uns 20 minutos do centro da cidade. Outra opção bacana é apanhar uma lancha no porto de Parintins e fazer um passeio pelo entorno da cidade e conhecer suas belezas naturais.

Não esqueça de visitar os currais dos bois especies de QG`s dos bois onde é realizado toda a preparação para a festa das alegorias e fantasias. E por fim, sugerimos se você vem para Parintins, respire fundo e deixe que a região te abrace, venha de peito aberto e viva essa experiência que você não vai encontrar em nenhum outro lugar no mundo. O povo Parintinense é muito receptivo e bem acolhedor, nesta cidade você vai se sentir bem e ainda vai conhecer um pouco do calor do Amazonas. Se você quiser mais informações sobre os pacotes que estamos oferecendo visite nosso site e veja as opções e solicite nossos descritivos completos.